Portal do Viola News
Farmácia Bom Preço
Pedro Henrique
Diego Mistura Raimondi
Mercado Rio Bonito
Hotel e Restaurante
Perereca
Tok e art
Cantinho do Sorvete
Mercado N.Sra aparecida
Pedro Henrique
Laboratório S. Jose
Posto Beltramim
Veterinária São Francisco
Farmácia Santa Inez
Fina flor
Escritório Francisco Alves
Katia Biju's
Kabnha's
CRUZEIRO DO OESTE

Mulher anuncia "hoje é dia de Finados" e mata padrasto esfaqueado em Cruzeiro

Joslene Ribeiro dos Santos também tentou agredir a mãe, que conseguiu fugir

04/11/2019 10h19
Por: Mauricio Biriba
Fonte: Portal da Cidade Umuarama
228

Uma mulher, de 33 anos, foi presa após tentar matar a mãe e na sequência tirar a vida do padrasto com golpes de facas. O fato ocorreu por volta das 00h50 deste domingo (03). A suspeita é filha adotiva e segundo a mãe, antes do crime ela anunciou “hoje é dia dos finados”. Após ser detida pela Polícia Militar, a mulher negou o crime, entretanto, alegou que o padrasto abusou sexualmente do seu filho, de apenas três anos.

Joslene Ribeiro dos Santos foi até a residência da mãe, na madrugada deste domingo (3), e em posse de uma faca, o tentou atingir a mãe, porém, ela conseguiu escapar e se trancou no quarto. Em seguida, a suspeita partiu para cima do padrasto, José Aparecido Subtil, de 47 anos.

O homem tentou evitar os golpes e conter a mulher, porém,  a suspeita atingiu o padrasto com cinco golpes de faca e fugiu. José Aparecido saiu para tentar buscar ajuda, mas foi encontrado já sem vida no quintal de um terreno.

Após a PM atender a ocorrência, os militares realizaram buscas na casa da suspeita. Ao chegar ao local, o marido de Joslene atendeu os policiais e informou que a mulher não estava em casa.

Mas, na madrugada deste domingo (3), o Conselho Tutelar foi acionado para ir até a residência da suspeita para atender um boletim de ocorrência sobre uma criança que estaria em condições de vulnerabilidade. Por segurança, os militares foram juntos com os agentes e desta vez encontraram a mulher.

Joslene tinha acabado de sair do banho, porém, ainda existiam manchas de sangue pela casa. A suspeita informou que na primeira abordagem se escondeu e negou que tivesse cometido o crime contra o padrasto. A mulher ainda acusou a vítima de ter abusado sexualmente do seu filho. Apesar da versão contada, ela foi detida e encaminhada à Delegacia de Cruzeiro do Oeste.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias