Portal do Viola News
Hotel e Restaurante
Escritório Francisco Alves
Cantinho do Sorvete
Perereca
Mercado N.Sra aparecida
Pedro Henrique
Laboratório S. Jose
Pedro Henrique
Kabnha's
Posto Beltramim
Farmácia Bom Preço
Veterinária São Francisco
Fina flor
Tok e art
Katia Biju's
Diego Mistura Raimondi
Farmácia Santa Inez
Mercado Rio Bonito
FRONTEIRA

Criança de 2 anos é estuprada, asfixiada e encontrada morta dentro de fogão na fronteira

Mãe teria deixado filha com vizinha para trabalhar

01/11/2019 23h26
Por: Mauricio Biriba
Fonte: MidiaMax
391

Uma criança de dois anos de idade foi encontrada morta dentro de um fogão em Bella Vista do Norte, cidade paraguaia que faz fronteira com Mato Grosso do Sul, por Bela Vista. De acordo com as informações, a criança foi estuprada e morta por asfixia.

O caso foi registrado na tarde da última quarta-feira (30), quando a mãe da criança acionou as autoridades paraguaias ao encontrar o corpo da filha dentro de um fogão, que estava jogado no quintal da residência da família, no bairro Imaculada.

Os investigadores da Polícia Nacional do Paraguai estiveram no local e realizaram os procedimentos de praxe. A perícia identificou que a criança havia sido estuprada e depois morta por asfixia via compressão mecânica, constatada pelas lesões na via aérea principal.

De acordo com as informações do site Porã News, a mãe relatou que deixou a criança com uma vizinha para ir trabalhar e quando retornou, não encontrou mais a filha. Ao sair para procurar, algum tempo depois, encontrou a menina morta dentro do fogão.

O caso revoltou os moradores da região de fronteira que cobraram das autoridades a elucidação do caso e que o autor seja preso o mais rápido possível. O corpo da criança foi encaminhado ao Imol (Instituto de Medicina e Odontologia Legal).

 
Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias