Portal do Viola News
Plantão
Escritório Francisco Alves
Mercado Rio Bonito
Katia Biju's
Kabnha's
Farmácia Santa Inez
Mercado N.Sra aparecida
H C Utilidades
Diego Mistura Raimondi
Perereca
Dois Irmãos Ipora
Tok e art
Pedro Henrique
Laboratório S. Jose
Farmácia Bom Preço
Cantinho do Sorvete
Pedro Henrique
Veterinária São Francisco
SAÚDE RECOMENDA

Quem não tem máscara descartável pode fazer com pano e elástico

O governo afirmou que tem procurado adquirir as máscaras em diversos países e que já comprou todo o estoque disponível no Brasil.

24/03/2020 20h40
Por: Mauricio Biriba
Fonte: Estadão Conteúdo
220

A falta de máscaras descartáveis para evitar a contaminação pelo novo coronavírus levou o Ministério da Saúde a orientar a população a fazer suas próprias máscaras, com o uso de tecido e elástico, caso não tenha o material descartável.

"É uma barreira física. Vamos deixar as máscaras descartáveis para serem utilizadas pelos hospitais e profissionais de saúde", disse João Gabbardo dos Reis, secretário executivo do Ministério da Saúde. "A máscara, para a população que quer impedir de contaminar outras pessoas, é uma barreira. Faz com pano, quem não tem alternativa. Pega um tecido, coloca um elástico, é uma barreira física para que não haja, ao falar, ao tossir ou espirrar, a disseminação de gotículas que possam contaminar outras pessoas. Vamos deixar as máscaras, essas que têm registros, aprovadas pela Anvisa, que sejam usadas nos hospitais, pelos profissionais da saúde."

O governo afirmou que tem procurado adquirir as máscaras em diversos países e que já comprou todo o estoque disponível no Brasil. Mesmo assim, tem enfrentado dificuldades. "A questão da máscara é insuficiente no mundo inteiro. Os Estados Unidos não têm máscara suficiente, o mundo não tem. Estamos fazendo esforço do que é possível", disse Gabbardo.

As exportações de máscaras foram proibidas. Ontem, uma operação prendeu 5 milhões de máscaras em Santa Catarina, material que estava pronto para ser exportado, segundo o Ministério da Saúde.

"Entre ontem e amanhã, vamos fazer 71 apreensões com apoio da Receita Federal, 71 apreensões de exportações de produtos que não podem mais ser exportados, como respiradores, monitorados e equipamentos de proteção individual", comentou. Segundo o secretário, a remessa de material enviado nesta semana para a Itália refere-se a um acordo semanas atrás, que já estava firmado.

 

Pedro Henrique
Anuncie aqui
Mercado Rio Bonito
Dois Irmãos FA
Anuncie aqui
Pedro Henrique
Anuncie aqui
Municípios
Anuncie aqui
Últimas notícias
Anuncie aqui
Mais lidas