Portal do Viola News
Cantinho do Sorvete
Perereca
Escritório Francisco Alves
Tok e art
Dois Irmãos Ipora
Mercado Rio Bonito
Kabnha's
Laboratório S. Jose
Veterinária São Francisco
Pedro Henrique
Farmácia Santa Inez
Farmácia Bom Preço
Diego Mistura Raimondi
Katia Biju's
Mercado N.Sra aparecida
Pedro Henrique
ESTELIONATO

Avó e neto são denunciados por golpe de quase R$ 300 mil com venda de fazenda que não pertencia a eles em MT

As vítimas já foram ouvidas e apresentaram a comprovação da transação bancária.

31/01/2020 18h56
Por: Mauricio Biriba
Fonte: G1
173

ma mulher e o neto dela foram denunciados por duas pessoas que caíram em um golpe de falsa venda de uma propriedade rural, que valeria R$ 42 milhões, no Distrito de Batovi, em Guiratinga, a 331 km de Cuiabá. As denúncias foram feitas à Polícia Civil e um inquérito foi aberto para apurar o caso. As vítimas alegam que perderam quase R$ 300 mil.

Segundo a denúncia, um empresário de 70 anos, que mora em Cuiabá, ajudou financeiramente o estelionatário por mais de dois anos. O suspeito alegava passar dificuldades por não conseguir vender uma fazenda herdada da família por testamento.

A outra vítima também é empresário da capital e se interessou em comprar a propriedade. No entanto, os suspeitos alegaram que para concretizar a negociação era preciso regularizar alguns documentos do imóvel, que, na verdade, não pertencia a eles.

Segundo as vítimas, foram feitos alguns depósitos para o suposto pagamento de taxas de cartório. O último foi no valor de R$ 70 mil, que seria para pagar uma taxa de escritura. Juntos, os dois depositaram para os suspeitos cerca de R$ 280 mil.

Como prova de que a fazenda existia, eles mandaram um documento de testamento da família. Depois de estranharem a demora para a emissão os documentos da escritura e outras taxas, as vítimas foram até Guiratinga.

Ao chegar lá, o suposto proprietário da fazenda não soube responder sobre nenhum documento. Os compradores então perceberam que se tratava de um golpe.

Depois disso, as vítimas descobriram que a propriedade herdada no testamento já tinha sido vendida e dividida entre a família, e que já não pertencia aos supostos vendedores.

O suposto estelionatário havia oferecido 70 cabeças de gado como garantia de pagamento, mas as vítimas descobriram que o gado também não existia.

Depois disso, os suspeitos foram embora alegando que precisavam ir até o cartório de Rondonópolis resolver um problema na documentação e nunca mais apareceram e nem foram localizados.

Segundo o delegado responsável pelo caso, Fernando Fleury, um inquérito já foi instaurado para investigar esse caso. As vítimas já foram ouvidas e apresentaram a comprovação da transação bancária.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Pedro Henrique
Mercado Rio Bonito
Anuncie aqui
Dois Irmãos FA
Anuncie aqui
Pedro Henrique
Anuncie aqui
Municípios
Anuncie aqui
Últimas notícias
Anuncie aqui
Mais lidas