Portal do Viola News
Pedro Henrique
Kabnha's
Mercado N.Sra aparecida
Tok e art
Laboratório S. Jose
Veterinária São Francisco
Diego Mistura Raimondi
Farmácia Santa Inez
Cantinho do Sorvete
Katia Biju's
Farmácia Bom Preço
Escritório Francisco Alves
Posto Beltramim
Pedro Henrique
Mercado Rio Bonito
Perereca
CURITIBA

Mulher perde dedos da mão após pegar “carteira explosiva” e polícia isola área no Jardim Botânico

Nenhuma outra “carteira explosiva” foi encontrada nas proximidades pela polícia

07/12/2019 10h21
Por: Mauricio Biriba
Fonte: Portal Banda B
205

Uma mulher, de 53 anos, perdeu dedos da mão e sofreu diversos outros ferimentos depois de pegar uma carteira no chão e o objeto explodir, no final da tarde desta sexta-feira (6), em frente ao Jardim Botânico, em Curitiba. Equipes do Esquadrão Antibombas do Batalhão de Operações Especiais (BOPE) e da Polícia Científica isolaram a área e investigam os vestígios deixados pela explosão.

O cabo Cordeiro, do Corpo de Bombeiros, afirma que a vítima sofreu graves lesões na mão esquerda e em outras partes do corpo. “Chegando no local constatamos a vítima com lesões graves nas mão esquerda e até com a perda de dedos. Havia também algumas lesões nos membros superiores e inferiores por conta dos estilhaços da bomba que explodiu”, detalhou Cordeiro que disse ainda que a mulher estaria voltando do trabalho quando encontrou a carteira.

“Ela estava voltando do trabalho, andando pela calçada, quando avistou uma carteira no chão e se abaixou para pegar o objeto com a intenção de verificar se era de alguém da região. Isso foi um atentado, de alguém que queria machucar”, disse o cabo.

O tenente Alves, da Polícia Militar (PM), conta que a ocorrência é bastante incomum e que nenhuma outra “carteira explosiva” foi encontrada nas proximidades. “Não sabemos de mais nada, até porque quando a equipe da PM chegou no local a vítima já tinha ido para o hospital. Fizemos uma varredura no em torno e nada parecido foi encontrado”, revelou o tenente.

A vítima foi encaminhada por uma ambulância do Siate até o Hospital do Cajuru.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias